terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Resenha - Por Trás do Véu - Esmie G. Branner


 Sinopse:
Era uma manhã ensolarada de sábado... o dia em que estava certa que morreria". Com essas palavras, Esmie Branner começa a narrar uma história intrigante cheia de milagres modernos que aprofundará sua fé em um Deus que ainda intervém para livrar Seus filhos da destruição. Por trás do véu é um relato pessoal das lutas, oposição e corajoso triunfo de uma jovem mulher cristã que se apegou à sua fé em Jesus Cristo a despeito do abuso físico e mental de um marido muçulmano. 




O livro não é ruim: É MUITO RUIM!
Bom, essa é uma historia auto biografica da tal de Esmie... e eu afirmo sem culpa ou dó: a Casa Publicadora americana tinha que sentir vergonha de ter impresso esse livro, e a CPB devia se esconder por ter traduzido. Que horror!

O livro não é ruim: É MUITO RUIM!

A tonta aqui foi levada pela capa. Meio feminista que sou, achei que o livro fosse um daqueles livros que a mulher tem coragem, força, etc..e luta por sua fé! Ledo engano!

Primeiro: a tal de Esmie (cristã), se apaixona por um muçulmano (isso nos EUA), os dois transam e ela engravida. E então eles se casam! O livro dá a entender o tempo todo que ela se culpou por causa da gravidez e nao do sexo antes do casamento. E a autora ainda fala que a sexualidade devia ser debatida na Igreja! E eu que pensava que igreja era lugar de discutir teologia! Já vi que vou ter que mudar meus conceitos! rsrsrs
Sinceramente? Vou na Igreja pra ouvir sobre a Biblia. Quem quer falar de outra coisa, que vá assistir AMOR E SEXO com a (linda!) Fernanda Lima.


Daí eles vao morar no Oriente Medio. Lá a doida é espancada pelo marido, tem um filho atras do outro e é proibida de ser cristã. Só então ela decide ser cristã de verdade.... e continua apanhando, etc...

Isso lá se vão umas 100 paginas sem CONTEUDO NENHUM a não ser ela se tratar como uma santa, martir cristã, sendo que ela estava no Oriente PORQUE QUIS... sendo que ela casou PORQUE QUIS... ETC....E lá pela pag 130 o marido arruma uma amante e a larga...E ao inves dela agradecer a Deus pq se livrou do traste, ela entra em desespero PORQUE AMA ELE!

(aqui vem uma pausa pois eu xinguei tanto a mulher com tantos palavroes que conhecia...e alguns que eu inventei)...

Então retomei o livro...
Após isso, ela tenta reconquistá-lo, mas ele não a quer mais... então ela volta pros EUA... e la conhece outro homem.. e se casa de novo! (Mas esse homem foi dado por Deus)...

FIM.


Sinceramente, como alguem nao tem vergonha de escrever uma historia dessas?

15 comentários:

Suellen disse...

Josy eu nem sei o que dizer, mas como me falaram um dia nem sempre a capa diz o conteudo. Eu até que vi essa capa algumas vezes e pensei que seria legal ler do tipo deve ser uma daquelas histórias de um mulher oprimida que dá a volta pro cima e ajuda meio duzia de pessoas depois de comer o pão que todo mundo amassou.

Mas pela sua resenha é a mulher que come o pão e ainda por cima continua a comer. Ai! Fico pensando em quantas pessoas leram esse livro e ainda são espancadas por maridos ou homens malfeitores.

Fico por aqui porque não sei mais o que escrever.

Beijos e até...

=D

Josy-chan disse...

Esse livro retrata bem uma "mulher de malandro" daquelas que apanha e gosta. Uma vergonha e uma afronta a nós mulheres do século 21

Anônimo disse...

Meu santo pai amado! Aja livro ruim! Meu essa Esmie G. Branner é muito tonta.. fica se lamentando a vida toda... não se acha culpada de ter transado, mas sim por ter ficado grávida, apanha e gosta, acha que é uma do dragon ball Z porque ela pensa que tem uns pordersinhos e ainda gosta de apanhar! tem um filho atrás do outro, vai pra Arábia Saudita sabendo que ia sofrer lá, volta, e ainda fica pensando no tonto que batia nela, se finje de santa sendo que a maior parte da vida dela ela negou Cristo, chega na Inglaterra e se casa de novo, marca a data do casamento sem nem conhecer o cara, e fica se arrumando toda sendo que tem 5 FILHOS! Ah! Dá licença, esse livro é uma vergonha, ele descreve uma vergonha para mulheres trabalhadoras e independentes do século 21! Na minha opinião esse livro tinha que parar de ser pubricado!

Josy-chan disse...

Anonimo,
duvido que eles parem de publicar. Pq o que conta não é o conteudo, mas o $$

J.ojuara disse...

JA EU GOSTEI DO LIVRO...


O QUE SERIA LIVRO RUIM PRA VCS ???

O LIVRO CONTA UMA HISTORIA REAL NAO UM CONTO DE FADAS QUE ACREDITQUE VCS QUE CRITICARAM ADORARIA, A MESMA HIOSTORIA VERSSAO VAPIRESCAS... A AUTORA DA RESENHA PELO QUE SE VER NAO SABE MESMO SER UMA CRITICA... POIS DEVERIA NAO SO TER VISTO OS CONTRAS DO LIVRO MAIS AS LIÇOES QUE ELE NOS TRAS. VER5DADEIRAMENTE VC É UMA INGUINORANTE DA LITERATURA EVANGELICA.

ESSA HISTORIA CANTA A VIDA DA PROPRIA AUTORA SIM QUE SOFREU MUITO PELOS ERROS QUE ELA COMETEU... MAIS ELA ADIVERTE OS PERIGOS DE RELACIONAMENTOS... DE JUGO DESIGUAL.... FALA SOBRE A SUPERAÇAO DE TRAUMAS SOFRIDOS POR ELA, QUANDO SOFREU A PERDA DOS FILHOS, QUANDO TEVE QUE CONVIVER COM OUTRA CULTURA, CULTURA ESSA MUITO DIFERENTE DA SUA. E CONSEGUIR SOBREVIVER A TAL COISAS.... CONSEGUIU ISSO COM FE E ESPERANÇA......

Josiane Veiga disse...

Leitora, se gostou faz igual. Vergonha para as mulheres. Sou mulher e honro minha buceta!

Kamy Jaganshi disse...

Não sei se xingo junto ou se fico com pena dessa escritora, por não saber fazer livros...

Não quero dizer que sei escrever melhor e que pode se tretar de um caso real, e sim, sei q existe casos assim mesmo, mas virar o melhor livro por ser um "caso real" e ter uma capa bonitinha? Ai da licença u.ú

E ainda bem que leio resenhas, senão só teria livro ruim aqui e como pensamos igual, fica mais facil para me livrar dos ruins rsrsrs

Anônimo disse...

Eu tbm gostei muio desse livro, me ajudou a querer ficar mais perto de Deus, com o exemplo q a esmie deu, quem dera eu ter a fe q ela tem, este livro foi uma inspiracao para a minha vida espiritual, agora se vc nao gostou so lamento...

Anônimo disse...

Joice - Olá pessoal! Eu fui atraída por esse livro quando o encontrei por mero acaso na internet devido ao título e à capa. Tenho minhas razões para ter me sentido atraída por esses itens, mas quando li os comentários sobre, achei que minha compra teria sido jogar dinheiro fora. Hoje recebi o livro e já estou terminando de lê-lo! É fato que parece ser uma mulher que adora sofrer, mas quando essa mesma história é lida sob o olhar de alguém que conhece o valor de um casamento e sente pelo parceiro, além do amor conjugal, o amor amor fraterno, cristão, é difícil simplesmente se virar e ir embora! Eu fui casada e sei quantas vezes eu relutei para não me divorciar, mesmo não havendo mais amor conjugal eu pensava nele como alguém que Deus queria e quer salvar assim como quer a cada um de nós. O fato de ela comentar a respeito do sexo e igreja, não consigo ver, ao menos na tradução para o português, apologia à "liberação" ou um pensamento mais moderno do sexo antes do casamento. O que ela diz é que a igreja deveria falar mais sobre o assunto, isso em 1980-81 e como tratar uma irmã que acabou ficando grávida, acolhendo-a e não desprezando como era feito antigamente. Quanto ao fato de ela ter errado em sua vida, sim, mas quem nunca errou? Afinal, por que Jesus morreu, foi para dar o perdão à apenas àqueles que pecaram um curto período em suas vidas? Ela teve a oportunidade do arrependimento e em uma dessas ela a aproveitou e se entregou para Jesus, exatamente quando sua fé seria bravamente provada. Ela se sentiu como um instrumento nas mãos de Deus para levar a um mundo escuro, como esses países muçulmanos, principalmente a Arábia Saudita, berço do Islã. E qual dos servos do Senhor não sofreram ao disseminar as verdades sobre Jesus? Como foram mesmo as mortes dos discípulos, com exceção de João que morreu de velhice? Bem, não concluí a leitura e depois tornarei a comentar. Um abraço a todos.

Josiane Veiga disse...

Acho engraçado como sempre surgem anônimos sem nome revoltados pq eu escrevi sobre um LIXO que chamam de livro. Se vc acha que o livro de Esmie é um exemplo pra alguém, quero te dizer que vc é mais uma que envergonha a vagina que tem.

É um livro ridículo, não tiro UMA LETRA da minha resenha. É minha opinião e eu tenho total direito de dizê-la. Não gostou, vá catar coquinho na esquina e não venha me torrar o saco.

Anônimo disse...

josiane tava procurando defeito onde nao tinha le um livro so pra ficar criticando.. A mulher que relata sua historia nesse livro, foi temente a Deus uma mulher de muita fe.. devia se inspirar nela e ler a biblia e orar (ja qua nao tem nada pra fazer)
IDIOTA!!!!!!

Anônimo disse...

Anonimo de cima, quanto odio nesse seu coração cristão. HAUAHAUAHAUAHAUA

Gi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Josiane Veiga disse...

Chama a resenhista de ignorante e que falta conhecimento, mas respeita... hauhauaahauahauaa é muita cara de pau. Esse amor cristão definitivamente é de torrar o saco de qualquer um.

Josiane Veiga disse...

Aham, filhinha. Curioso que é um fake, sem perfil, que não mostra a cara, e que vem aqui me chamar de ignorante, mas com todo o respeito. Então, com todo o meu respeito, vá tomar bem no meio do seu cu. Passar bem.