sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Resenha: O Soldado da Luz de Thiago Costa Santana





Sinopse: Uma ficção fantástica em meio a bruxos, magos e criaturas inimagináveis criadas pelo autor. O Soldado da Luz irá levar o novo leitor a um mundo totalmente fantástico, onde os bruxos dividiam o controle da Terra com os homens. 

COMPRE
ADICIONE NO SKOOB




O Soldado da Luz de Thiago Costa Santana  
 
Certa vez li uma resenha, escrita, aliás, pela colega de profissão Maria Catalina Terrassa, que a literatura fantástica estavacada vez mais fraca. A nobre colega citava Harry Potter como o último livro escrito dentro do gênero como realmente bom. 

Admito, eu não concordei com a afirmação, pois havia lido Escapismo de Rafaela Rocha há poucos meses e ainda estava sobre o torpor da paixão por seus personagens. Além disso, eu detestei Harry Potter (prevejo tijolos sendo atirados contra minha pessoa). Bom, e completando, porque eu adoro o gênero fantasia (fã de Tolkien forever!).

Então, vamos fazer cálculos?
Fantasia + (outra coisa que amo) autores nacionais, = a: Josy feliz!

Oh sim, adoro autores nacionais. 

Especialmente aqueles pouco conhecidos. Por quê? Talvez porque eles me lembrem de autores que, ainda no anonimato, criavam historias perfeitas. Não sei... Mas muitas vezes a fama atrapalha o talento. Lógico, muitos mantiveram o talento, mas dos meus autores da adolescência que ainda escrevem, poucos mantiveram o nível.


E dentro desse ínterim e tentativa de resenha, eu me vejo lendo O SOLDADO DA LUZ de TC Santana. Um bom livro de fantasia. Leram direito? Um bom livro de fantasia nacional. 

Narrado em primeira pessoa, o livro conta a história de Elden, primeiro comandante do rei, e de Estriges, uma amiga de infância que o mesmo salvou da morte.

Já nas primeiras linhas do livro percebemos a mística da história. Estriges é uma bruxa da luz, escolhida de Deus, e Elden um soldado. Ambos tem a dificil missão de impedir a volta de um bruxo, que havia sido banido por violar um ritual. 

O livro traz referências medievais, tendo uma relação muito próxima com o clássico “O senhor dos Anéis”. Mas, o autor tem seu próprio estilo.

É uma leitura rápida, o e-book do livro possui 80 páginas, e as sequências são bastante intensas.
Uma das características mais intensas dos personagens do Thiago é a honra. Sim, a HONRA. Eu sei que é chover no molhado, mas fiquei impressionada com esse quesito tão bem destacado de Elden. Ele enfrenta todos os desafios porque acima de sua missão está sua honra.


Outra forte especialidade do autor é a narração em primeira pessoa. Raramente consegue-se narrar uma história sem torná-la enfadonha. 

O único ponto negativo que eu considerei não foi de enredo, e sim de correção. O autor usa excessos de acentuação. Exemplo, numa das cenas finais nós temos uma exclamação:

― Não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”

Sim, ele colocou todos esses pontos de exclamação. No livro inteiro tem esses números em excesso, numa clara tentativa de destacar INTENSIDADE. Todavia, eu costumo fazer isso em fanfics, e não acho ruim, até gosto. Mas, para um livro impresso, acredito que o Thiago precisará “ficar de olho” mais vezes.

Em suma é: gostei. De verdade!
Acredito que é um livro que vale a pena ser lido e admirado.


Josiane Veiga



11 comentários:

Sergio Carmach disse...

Oi, Josy.
Excelente sua resenha. Gostei dos pontos que destacou, principalmente quando fala da "honra". Muito bem observado!

O Soldado da Luz tem um texto ágil e cheio de acontecimentos. Não sou muito fã de literatura fantástica, mas gostei bastante da história contada por Thiago.
Bjs.

Josy-chan disse...

Olá Sergio
Não sou muito boa com resenhas, mas estou me esforçando para dar meu melhor no circulo^^

Suellen disse...

Adorei a sua resenha. E simplesmente adoraria lê-lo, mas pelos cálculos que fiz o frete sempre acaba comigo. =( Mas não faltara oportunidade.

E também gostei do número de páginas e a capa. Ai! E autor nacional ae.

Beijos e até...

Gisele Carmona disse...

Olá!!
Olha, eu devo dizer que seu comentário sobre os excessos de exclamações serviu até para mim, viu?
Também percebi esse vício nos meus textos, tenho que aprender a me controlar, rs.
Ótima resenha! Parabéns!
O livro deve ser mesmo muito bom.
Beijos

Sergio Carmach disse...

Josy,
eu já percebi que as resenhas de blogs não precisam seguir os mesmos critérios usados pelas grandes revistas, senão ficam chatas. Suas resenhas estão ótimas. Passam informação e emoção. Parabéns!
Bjs.

Josy-chan disse...

Obrigada pelo apoio amados.. isso é algo que ainda estou aprendendo a fazer (avaliar uma obra)^^

Luciana Gomes disse...

Olá, querida! Passando pra conhecer o seu cantinho... Adorei, muito legal. Já to seguindo!
Aproveito p te convidar a conhecer o meu blog de variedades. Informo q o espaço p parcerias está aberto lá no Vou-de-Blog!
Bjinhos!!

www.voudeblog.com

Catalina Terrassa disse...

Preciso organizar melhor meus horários. Quero logo ler esse livro.

E Josy, relaxa! Sou fã de Harry Potter, mas não sou besta.
Sempre declaro minha paixão pela série, porque foi graças a ela que aprendi a apreciar livros. Pois antes eu fugia de um livro como o diabo foge da cruz.

Rafaela Rocha disse...

Josy!

Sua resenha ficou ÓTIMA e me fez ter ainda mais vontade de ler o livro do Thiago *_*

E tipo, eu amo Harry Potter, mas compreendo perfeitamente que muitas pessoas possam não gostar. Faz parte, simplesmente ^_^

Eu mesmo AMO Nárnia e Senhor dos Anéis e compreendo que tem muita gente por aí que detesta.

Questão de gosto, simplesmente ^_^

BEIJOS

Josy-chan disse...

Obrigada pelo carinho de todos

Luciana Gomes disse...

Olá!!
Passando p confirmar a parceria! Estou divulgando seu blog na pag de blogs literarios, e ja inclui seu link junto aos dos demais parceiros.
Bjinhos e ótima semana.
Lu

www.voudeblog.com