quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Resenha - Impacto fulminante de Valentine Cirano


Acredito que um dos pontos fortes de um autor é saber aproveitar o momento – coisa essa que esta que vos escreve nunca foi muito boa em fazer. 

Estamos numa época em que vampiros que brilham e bruxinhos do bem são amados e idolatrados. Também estamos numa era em que Dan Brown é um dos maiores gênios da literatura (Sim, eu não sou fã de Dan Brown!*sendo metralhada*). Dentro desse contexto, acredito que Valentine Cirano, uma autora brasileira, conseguiu desenvolver sua obra. Quem gosta de Dan vai encontrar em Impacto Fulminante todos os nuances e clichês que fazem os leitores surtarem. 

Impacto Fulminante tem, primeiramente, o tempero certo para um bom livro de suspense. 

Já nas primeiras linhas, numa cena clássica, um artista plástico é assassinado. Todavia, deixa pistas complexas e símbolos estranhos no local do crime. O casal Susan e Richard (historiadores) e Andrew (amigo de faculdade de Suzan) são chamados para ajudar nas investigações, e então entram em uma teia de mistério e aventura.

O livro tem muita descrição (o que o torna um pouco lento em alguns momentos). Todavia, é bem estruturado. É nítida a dedicação da autora com a história. Não apenas nos relatos e segredos sobre a antiga Babilônia e épocas passadas, como também com Geografia, já que a Ordem é mundial, e eles precisam viajar bastante (e inclusive dão uma “passadinha” no Brasil).

Como todo livro, tem cenas que te “matam do coração”. A morte de um dos personagens que mais gostei foi um pouco... decepcionante pra mim. Lógico, entendi todo o contexto, mas a gente sempre fica triste quando gosta de um personagem e ele morre.

Aliás, os personagens são um caso a parte na obra. Todos, sem exceção, são bem descritos, mas Suzan e Richard são os que eu menos simpatizei. Não que eles não fossem tão bons quanto os coadjuvantes ou vilões, mas achei-os muito... egoístas. Suzan, aliás, em diversos momentos deu a impressão de ser uma “dondoca”, e Richard um fraco. Entretanto, isso não chega a ser um ponto negativo, pois devemos dar parabéns a um autor que consegue criar personagens humanos e defeituosos.

Admito que por não ser fã do gênero, o livro não tenha me despertado, mas acredito que possa ser mais chamativo para os fãs do Dan, já que é bastante parecido com as obras do autor norte-americano.


8 comentários:

Sergio Carmach disse...

"Impacto" é um livro que desperta interesse pela ação, pelo clima detetivesco e pelos elementos históricos que recheiam a trama. Durante a leitura, somos sempre presos pela curiosidade.

Também não consegui criar empatia com os protagonistas. A Suzan então... Humm... É mesmo uma dondoca egoísta rs. Mas isso é detalhe. O livro vale muito a pena ser lido.
Bjs.

Cynthia França disse...

Estou louca para ler!

Suellen disse...

nem me fale em personagem legal que morre. Os personagens que amo sempre são os vilões ou o carinha que dá a dica do filme ou livro e morre.

=(

Infelicidades a minha quando gosto de um personagem. Bem eu já li os livros de Dan e eu até gosto dos mistérios e fico sempre surpresa com o final.

Gostei de sua resenha.

=)


Beijos!

Gisele Carmona disse...

Logo vou ler e dizer também o que achei!
Muito boa a resenha!! :)
Beijos
Gisele Carmona
http://giselecarmona.blogspot.com/

Josy-chan disse...

Obrigado queridos pelo sempre apoio^^

Rafaela Rocha disse...

Josi como sempre ARRASANDO nas resenhas.

Ficou muito boa, e acima de tudo, sincera.

Sou fã do Dan Brown, vamos ver o que me aguarda em "Impacto Fulminante"

Josy-chan disse...

Obrigada Rafa^^ acho que uma boa resenha é aquela que expressa o q realmente se sente ao ler a obra.

Luciana Gomes disse...

Olá, querida!
Passando p avisar q tive um problema c as fotos dos meus blogs, apaguei os álbuns do picasa e sumiram todas, inclusive o selinho de parceria. Como já resolvi la, estou pedindo aos parceiros p substituir o selo, a fim de podermos continuar c a parceria, ta? Obrigada.
Bjos e ótima semana.
Lu

www.voudeblog.com