sexta-feira, 22 de julho de 2011

[Resenha] Escapismo - Pedaços de um Universo Particular



Sinopse:

O que há no coração de um escritor? Desse ser que "escapa" da realidade e encontra no papel e lápis um prazer tão grande que nem mesmo as palavras - suas eternas companheiras - conseguem descrever; que quando escreve fica completamente paralelo ao mundo e imune a todos os problemas que nele existe?

Um Universo. Um pequeno universo particular ao qual só ele tem acesso. Um universo de paisagens maravilhosas e criaturas fantásticas; onde aventuras, guerras, romances, intrigas e provas de verdadeiro heroísmo se desenrolam; a moradia de personagens que mesmo existindo apenas dentro de si, se tornam seus grandes amigos - mesmo quando são vilões; o lugar mágico no qual toda sua vontade é lei e o destino de tudo está em suas mãos.

Como conhecer um pouco desse Universo Particular? Quando “pedaços” dele são colocados no papel através de palavras e transformados em livros. Que ao chegar às mãos do Leitor, prometem uma grande viagem.

Rafaela Rocha Macedo reuniu seis pequenos "pedaços" de seu universo particular no formato de crônicas, na intenção de levar aos leitores alguns de seus personagens e um pouco de suas "vidas". Personagens que futuramente aparecerão nos próximos lançamentos da autora.



Literatura é algo de gosto... Às vezes o que serve pra você, não serve pra mim... e vice-e-versa...

Quando minha mãe ligou para meu trabalho avisando que o correio havia entregado um livro chamado “Escapismo” fiquei muito animada. Eu já havia ouvido maravilhas do livro, inclusive de uma amiga minha, a escritora Luciane Rangel, que havia adorado a história.

Então, cheguei em casa, jantei, e fui pro quarto disposta a adentrar o mundo que Rafaela Rocha chama de “seu universo particular”.

A Luciane, em sua resenha, havia salientado o quanto gostara das histórias iniciais, de Atela e sua mãe Lórien, então fui crente e firme de que iria amar essas duas primeiras histórias. Aqui entra algo muito interessante, o que serve pra um leitor, não serve pra outro.

Com a mais franca sinceridade, não as achei tão maravilhosas quanto citou Lucy. Rafaela é uma excelente escritora, me lembrou muito Tolkien em suas cenas de batalha, mas não havia algo lá que pudesse me fazer ficar completamente focada, sem fôlego ou pasma. Era apenas uma história agradável, de personagens agradáveis e coerentes. Para ler essas 38 páginas iniciais eu demorei cerca de uma hora, pois dividia a atenção com o Twitter e o msn.

Mas, a partir da página 39 tudo muda.

A cena, em especial se volta para os deuses Atena, Hades e Apolo. E, além desses, surge o DELICIOSOOOO Markus.

Sinceramente? Desliguei o msn, fechei a janela do twitter, tranquei a porta do quarto, enfiei-me embaixo da coberta e DEVOREI o livro. Detalhe: duas vezes!

Eu não sei a cronologia da escrita da Rafaela, mas eu sinto que a história dos deuses foi escrita bem depois a de Atela. Por mais que a Rafaela seja uma excelente escritora, a história ganha um ritmo e um salto de qualidade gritante na segunda fase. Você fica sem fôlego, sem ar, com pena, acha fofo, engraçado, fica com raiva, e contempla seus próprios sentimentos descritos com uma maestria invejável.

Outro detalhe: A segunda parte do livro é Yaoi. Bom, existem muitos Yaois por aí, não? Mas a Rafaela consegue algo que poucas escritoras conseguem: Criar uma personagem feminina incrível e deliciosa nesse universo masculino.

Anne Rice, e a inesquecível Claudia. Eu mesma posso me citar com a vilã Audrey Morgan, e agora, Rafaela Rocha e sua impressionante Atena. Aliás, para fãs do universo japonês, se você espera uma Atena como Saori de Sant Seiya vai ter uma magnífica surpresa. A Atena de Rafaela Rocha é forte, dinâmica, corajosa, honrada e muito bem estruturada.

Eu amei Escapismo.

Já está na estante como favoritos. Mas, tem um porém: o livro só tem 87 páginas! Escapismo merecia no mínimo mil. Eu adoraria passar dias na sintonia do delicioso Hades, descobrir os motivos de Apolo (já tenho minhas teorias) e sofrer com o amor platônico de Markus (ou Caronte para os íntimos).

É um livro incrível, perfeito. Não tem erros, não tem falhas, não tem buracos. Tem apenas história (e que história!).

Eu indico com estrela de ouro! O melhor livro que li nesse ano, sem dúvidas!

Josiane Veiga

9 comentários:

Rafaela Rocha disse...

Eu não minto quando digo que realmente fui às lágrimas quando li a resenha pela primeira vez e as danadas ainda teimavam em correr pelo meu rosto quando li as vezes seguintes.

Sempre tenho uma espécie de "medo" quando pessoas que eu sei que são mestres no quesito de escrever histórias leem "Escapismo". Não me pergunte o motivo, só sei que não consigo evitar.

Mas eis que você faz uma resenha dessas dizendo que Escapismo foi um dos melhores livros que você leu nesse ano?

E não só isso, como comparou minhas cenas de batalha com um dos autores que mais amo na face da Terra que é J.R.R. Tolkein e ainda colocou Atena no patamar da Claudia, da Anne Rice?

Sério, estou pasma de felicidade ainda.

E quanto a cronologia que os contos foram escritos é a seguinte:

1 - "Por Eternia"
2 - "Presente Noturno"
3 - "Em Teus Braços"
4 - "Pela Paixão. Pelo Sangue"
5 - "Venha. Envolva-me. Entregue-se"
6 - "Incondicional."

Bem, é isso.

Acho que mesmo que eu passasse dias e dias repetindo "MUITO OBRIGADA", eu acho que não seria o suficiente.

Beijos estalados

Josy-chan disse...

Não é um dos melhores, é o melhor. Parabens Rafa, foi uma viagem incrivel ao seu universo!

Marcos Bandini disse...

Muito boa a resenha, Escapismo foi uma experiência incrível para mim também, a Rafa nos envolve com seus contos, fazendo com que a gente se sinta parte do livro!

Parabéns, Rafa, pelo livro!
Parabéns, Josy, pela resenha!

Ps.: A Rafa me disse sobre seus livros, fiquei curioso, dentro de pouco tempo vou adquirir algum. ;)

Josy-chan disse...

Obrigada^^ a Rafaela é uma fofaaaaaa... mas, eu fui extremamente sincera na resenha. Nada de "puxação de saco", ela mereceu cada elogio. So quem ler o livro vai entender o tamanho da maravilha q é.

Suellen disse...

Nossa! Eu amo esse livro e quero saber da continuação. Ae!!!!!!!!!!!!!!!!

Josy-chan disse...

ne su? livro perfeito

Suellen disse...

Sim. Tanto que vira o dois. Ae1!

Sergio Carmach disse...

Ainda estou no início (terceiro conto), mas já me encantei com um detalhe: as reflexões que as estórias despertam. Falo mais a respeito quando postar minha resenha.
Bjs.

Gisele Carmona disse...

Fiquei até sem ar lendo a sua resenha, rs.
Uau, o livro deve ser mesmo muito bom!
Beijos
Gisele Carmona
http://giselecarmona.blogspot.com/