sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Em Busca do Guardião da Luz - Camila Prietto

Clara, uma menina de treze anos que adora “encher o mundo de pontos de interrogação” com sua curiosidade e perspicácia, se descobre pertencente a uma antiga tradição de Mestres que se ocupam em manter o equilíbrio entre os mundos. Isso mesmo, existem nove mundos paralelos ao nosso que nos influenciam, e a espevitada menina se descobre percorrendo estes mundos, no LIVRO I - EM BUSCA DO GUARDIAO DA LUZ. A Série Mestres da Luz traz em si, as estórias de Clara e todos os ensinamentos, conhecimentos, historias e mistérios da mais antiga e intrigante sociedade secreta de todos os tempos. Em meio a Pedras da Luz, Anjos da Morte, Guardiões, Sombras e Safiras acessaremos todos os conhecimentos da Sociedade da Luz e seus Mestres.


Sabe aqueles livros que, de tão perfeitos, você se pergunta porque não caíram antes em suas mãos? Foi o que senti lendo o livro de Camila Prietto, “Em busca do Guardião da Luz”. Durante todas as mais de trezentas páginas eu me indagava onde estava esse livro na minha adolescência? Como eu queria tê-lo conhecido na época de escola, como gostaria de tê-lo usado para minhas enfadonhas aulas de literatura... talvez minha época escolar tivesse sido mais atraente com obras como essa.

Provavelmente, por isso, que eu fiquei com essa sensação de mágoa, triste, porque só agora, quase chegando aos trinta, é que pude ler essa obra. Sim, dá uma certa raiva do destino... Em Busca do Guardião da Luz teria se tornado meu livro de cabeceira, caso eu tivesse menos idade.

E o livro? Bom, a protagonista é uma inteligente garota chamada Clara, que tem um dom muito peculiar: o de questionar de forma certeira. Achei hilária, logo de cara, a cena dela enfrentando a professora. Logo se vê que ela é inteligentíssima, dona de uma mente rápida no gatinho. Filha de intelectuais, a moça nasceu com o dom do pensamento. Achei a personagem fascinante, lembrou-me até mesmo a mim na idade dela. E o enredo gira em torno exatamente disso, de pensamentos, ações e manifestações.

Os pais de clara são membros de uma organização secreta, e após sua mãe ter sido internada, e seu pai entrado em coma, a menina descobre que, além desses problemas, precisa percorrer várias dimensões (sim, fantasia!) para encontrar o Guardião da Luz, que é o ser responsável em manter o equilíbrio do universo. Ah, não quero dar spoiler, mas tenho que dizer que o antigo guardião é o pai de Clara, o que faz com que a menina não tenha escolha e precise aceitar essa “missão”.

Fiquei fascinada com essa busca, acho que apesar de ser um livro grande demais para o quesito infantil, ele conseguiu surpreender. A diagramação do livro é um espetáculo. Amei os desenhos no meio, amei a fonte escolhida, enfim, amei tudo... (desculpem, me empolguei). Lembrei-me demais das crônicas de Nárnia, apesar de que a Camila tem seu próprio estilo e seu próprio mundo. 

Todavia, é aí que entra minha ressalva. C.S. Lewis, na sua mais gigantesca obra, conseguiu criar um mundo que atraísse também adultos. A Camila não pareceu ter esse foco. Mesmo assim, acho que essa ressalva é tão pouca que não faz com que a obra mereça qualquer depreciação.
 
A Camila anda devagar com o livro, deixa cada trecho bem articulado, e ela teve um cuidado muito especial em ambientar bem cada personagem... também descrevê-lo. Talvez por isso algumas pessoas possam ficar com a ideia que o livro anda devagar, mas como sou muito parecida com a Camila nessa “forma de contar uma historia” acabei por adorar. 

As lições da obra são muitas, mas essa em especial me marcou:
“Às vezes a vida não espera que estejamos prontos, ela apenas nos atira na jornada de nosso próprio aprendizado.”


Enfim, um espetáculo. Indico, indico e indico. Especialmente para adolescentes. Leiam livros bons, é esse tipo de literatura que vai dar bases para o futuro de vocês. Então, leiam EM BUSCA DO GUARDIÃO DA LUZ.

3 comentários:

Suellen disse...

Eu quero!!!!!!!!!!!!

Adoro esse tipo de leitura, mas ainda tenho que ler uns livros dos meus amigos. =)

Adorei a resenha e eu já tinha visto uma resenha, mas agora eu quero para mim o livro.

Olha ai um presente legal de aniversário.

=)

Lilian Sinfronio disse...

ADOREI :)
Esse seria um livro que eu grudaria fácil, daqueles que só se larga pro banho...

Gostei muito da resenha, mas não se frustre, acredito que só nos encantamos com um livro quando estamos preparados pra ele. Por isso que todos os livros que eu não gosto e todos amam, eu deixo pra depois a segunda chance...

Quem sabe se na sua adolescência ele iria ser bem aproveitado como foi hoje :)

Um bjo.

Josy-chan disse...

Tem toda a razão Lilian... obrigada.

Su, brigada também^^